20/04/2010

Viva o Rei!



Hoje aproveitei a viagem de casa para o trabalho para ouvir o novo disco do PEDRO ABRUNHOSA.Confesso que já "desisti" do artista há uns tempos, não sei precisar ao certo qual o momento certo para a minha perda de crença no autor de "Viagens" mas aconteceu.

Esta semana recebi o seu último trabalho e como gosto de falar com autoridade, fui ouvir.

E este disco não podia começar da pior maneira... O Rei do Bairro Alto faz-me lembrar a canção Sharon Stone dos Delfins. Pelas piores razões... e entra para o meu lote das piores canções pop dos últimos anos. Porquê? A sua letra!

E segue assim:


Vou de costas mas vou indo,
Onde há quem desça eu vou subindo,
O meu casaco de pele,
O meu Porsche vermelho,
Se eu puxar de papel
Já não me sinto tão velho.
Hum, estou bem!
Se os outros vão eu vou também,
Gosto que me vejam
O decote em janela,
Aprendi esta pose,
Já tenho um pé na novela.

Olha bem pr’a mim,
Já viste alguém assim?
Não há ninguém tão bom
E nada me vai deter,

Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!

Entro de lado no Porto inteiro,
Conheço o dono e o porteiro.
Tenho um vestido de malha,
E um olhar que não falha,
Vi na revista do cabeleireiro.
Hum, vou a pé!
Levo a guitarra e o djambé,
Se há coisa que me oprime
É não ter um Moleskine,
Filosofia de rodapé.

Olha bem pr’a mim,
Já viste alguém assim?
Não há ninguém tão bom
E nada me vai deter,

Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
 
Ah, espelho meu!
Eu na terra e o sol no céu,
Vou dormir ao som da fama,
Este país é por mim que chama.

Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!


E mais não digo... vou ouvir o resto do disco que a 4ª canção parece aceitável.

2 comentários:

Anónimo disse...

Pois eu gostei bastante da sonoridade o tema em apreço "O Rei do Bairro Alto", está fantástico Abrunhosa.

Goncalo Castro disse...

Ainda bem que alguém gostou... Afinal o disco está a vender não deves ser o(a) único(a)...