29/04/2008

Curta

28/04/2008

Sinto



Sinto

Sinto cansaço
Sinto o peso do Mundo
Sinto o peso do meu Mundo

Sinto

Sinto sono
Sinto dor de cabeça
Sinto dor nas pernas

Sinto

Sinto-me aliviado
Sinto-me frustado
Sinto-me cansado

Sinto!
E isso é o mais importante!

14/04/2008

Vídeo: The Ting Tings "That's Not My Name"



Grande grupo! Grande canção!

Não Sabe Nadar



Na semana passada deixei aqui a dica que os BLACK COMPANY iam voltar. E depois de investigar um bocadinho recebi um email com algumas informações extras e também os primeiros sons.

Segundo indicações da editora o novo disco foi gravado pela formação original (KJB, Bambino, Makas e Gutto), nos estúdios da No Stress e Praça das Flores e no total são 15 canções novas que vem aí com muitos convidados por anunciar.

Recebi duas faixas, a primeira "Eu Gosto" é bastante simples, quase "old-school" com uma letra sobre mulheres. A segunda "Malukos" começa com uma guitarra portuguesa (what?!?!) e a seguir... bem, o resto podes ouvir...

EXCLUSIVO!!!!

11/04/2008

Olha aí um artigo da Globo sobre os CANSEI DE SER SEXY...


O G1 ouviu com exclusividade uma prévia do disco, que está sendo produzido pelo músico Adriano Cintra no estúdio da gravadoraTrama, em São Paulo. Depois segue para Londres, onde será mixado pelo produtor Mark “Spike” Stent, que tem no currículo parcerias com o Radiohead, Madonna e Björk. “Este álbum tem a cara dos nossos shows e por isso é mais roqueiro”, explica Adriano, citando as faixas “Give up” e “Rat is dead” como as mais “rockers” do disco. Esta última, aliás, “é até meio grunge”, segundo ele. Das 14 canções – todas em inglês – três serão lançadas mais tarde, em forma de single. “O primeiro disco teve muitos remixes, enjoei... Então vamos lançar uma espécie de ‘lado B’, com novidades”, adianta a única voz masculina entre os seis integrantes do CSS. “E todas as músicas terão três minutos, porque cantar música comprida em show dá preguiça”.

Seis faixas do novo trabalho já estão com vocais, e as bases restantes aguardam a chegada da cantora Lovefoxxx, que agora vive em Londres. “A Ira [Trevisan, guitarrista] também está indo morar lá e eu aluguei um apartamento. A tendência é a banda toda se estabelecer em Londres, já que passaremos pelo menos uma semana todo mês fazendo shows na cidade”, revela. A chegada de “Donkey” – se for este mesmo o nome – ao Brasil em maio ainda não é certeza. Certo mesmo só o lançamento do disco no Reino Unido pela Warner, no Canadá e nos Estados Unidos pela Subpop, e no Japão, pelo selo KSR – que distribuiu 50 mil cópias do primeiro disco do CSS por lá.



A vocação roqueira é tão forte em “Donkey” quanto o humor peculiar da banda. Se Paris Hilton e Jennifer Lopez serviram de inspiração para composições debochadas no disco de estréia, dessa vez sobrou para as atrizes Claudia Ohana e Susan Sarandon. A brasileira é citada na faixa “Jagger yoga”, composição de Lovefoxxx, Ira Trevisan, Carol Parra, Ana Rezende e Luiza Sá. “Elas escreveram sobre programas de ginástica da TV e citaram a Claudia Ohana sei lá porquê”, explica, sem explicar, Adriano. Susan Sarandon aparece na letra de “Hit and run”, escrita por Lovefoxxx. “Tem a ver com o filme ‘Thelma & Louise’. Essas referências são típicas do nosso humor retardado, mas que fica engraçado”, avalia.

O nome do álbum, aliás, tem a ver com esse humor a que Adriano se refere. “Nós nos chamamos de ‘seu burro, seu burrinho, donkey’. Por isso pensamos no nome”, revela.

As piadas internas às vezes são corrosivas e viram música. Caso de “Move”. “A letra fala sobre baderna, incita quem está na pista de dança a jogar cerveja no cara do lado, bater em todo mundo. É um humor mais britânico”. O que também está mais britânico é o sotaque de Lovefoxxx. Principalmente na faixa “Belive&achieve”, escrita para o namorado Simon Taylor-Davis, o guitarrista da banda Klaxons.




“Essa música tem um refrão que pega fácil. Isso também acontece na faixa ‘Left behind’”, compara Adriano, citando a composição que escreveu inspirado em Helsinque, capital da Finlândia. “Adoro a cidade e fiz a música pensando nela. Vai ser legal chegar lá e contar essa história no meio do show. Compus já pensando nisso”. Outra cidade também serviu de inspiração para o músico. “Buenos Aires” (nome provisório), foi escrita no último réveillon passado na capital argentina.

Além da presença das guitarras, os teclados são marcantes em “Donkey”. A maioria deles foi emprestada da coleção de João Marcelo Bôscoli. O sócio da Trama vai ouvir seus instrumentos em ação em faixas como “How I became paranoid”, “I fly”, “You and yourself” e “Reggae all night”. Esta última Adriano diz ser sua canção preferida do disco “porque é fácil de tocar”.

O músico conta que grande parte das letras foi composta nos últimos dois anos em camarins, em viagens de ônibus pela Europa, em festinhas pós-shows, nos bastidores de programas de televisão e nos poucos intervalos de folga no Brasil. “Buenos Aires” e “Beautiful song” são as mais recentes. “Tem também ‘Dallas 141’. É uma música muito velha que escrevi, mas a Lovefoxxx quis gravar agora. Não me pergunte por quê”, diz Adriano, no que provavelmente seria mais uma piada do “humor retardado” e cosmopolita do CSS.

10/04/2008

Bloqueado



Não sei como é trabalhar num escritório cinzento a carimbar papéis e a olhar para números o dia inteiro... Felizmente sempre trabalhei naquilo que gosto. Comecei a aconselhar discos nas velhas lojas da VC, depois passei para a edição e promoção dos mesmos discos na NorteSul onde me cruzei com imensa gente talentosa. Infelizmente ainda era muito miúdo e não absorvi tudo aquilo que podia. Mas tive a oportunidade de sair para a rádio numa altura crítica. E cá estou eu, com muitas aventuras pequenas pelo meio e a continuarem mas sempre ligado à música.

Habituei-me a ter de encontrar soluções criativas para os mais diversos problemas e a procurar ideias, mesmo que não fossem novas, para alcançar um objectivo. Numa conversa com um amigo falavamos de bloqueios criativos.

Ele não consegue escrever canções. Eu não sei escrever canções. Ficámos por aqui.

Depois pensei... tenho de preparar a entrevista aos MAU! Vai para o ar este domingo à uma da tarde

MA-DO-NNA









09/04/2008

Noites Fora



Tenho o dom de estar fora de Lisboa nos dias que acontecem concertos pelos quais ando a salivar há imenso tempo. E parece-me que é o prato do dia aqui no tasco. A começar pelos MSTRKRFT. Por incrível que pareça mal ouvi o disco dos rapazes canadianos (ou canadenses como dizem os brasileiros) fiquei banzado. Batidas gordas, sujas, gordurosas mas com personalidade e muito "strobe". As melodias vocais tornavam muito apetecivel tocar aqui na rádio e na pista de dança. Já andava atrás deles há imenso tempo e quando eles vem a Lisboa... estou eu no Porto!

O mesmo acontece com FAT FREDDYS DROP! Porra! Andei a tentar "vende-los" a toda a gente e mais alguém para os conseguir ver e agora vão ao Casino de Lisboa e eu estou onde? Porto!

Aqui ficam próximas datas como DJ:

18 de Abril - Contagiarte
19 de Abril - Paredes Meias

08/04/2008

EXCLUSIVO

Olha aí o vídeo, estilo clip oficial realizado pelo Hélder Gonçalves, para a versão que os CLÃ fizeram do "Golden Skans" (original dos Klaxons) para a "Portugália" da 3!



BRILHANTE!

Eles estão de volta!



E com disco novo!

Gifts

Ontem, derivado do meu aniversário, recebi umas prendinhas e duas delas fazem as delícias cá de casa. A primeira já eu cobiçava há algum tempo e é nada mais nada menos que a edição em DVD de coleccionador do HEROES.



Adoro esta série. Sinceramente fiz coisas do arco da velha para assistir aos episódios das aventuras deste super-heróis-pessoas-normais entre as quais sentar-me num banco de jardim ali para os lados da Estrela a ver os ditos cujos na minha PSP... só eu...

A outra prenda que recebi e delirei foi o livro de cozinha italiana do JAMIE OLIVER.



Comecei a ver o programa de TV deste rapaz há coisa de 5 anos, ainda dava na RTP2, e tornei-me fã incondicional. A minha vida era orientada para ao Domingo ao final da tarde, estar sempre, e sempre mesmo, em frente à TV para ver o rapaz Oliver. A forma simples como cozinha e transforma a comida em obras de arte comestíveis da-me vontade de ir para junto do fogão... O livro é uma delícia só de olhar e este fim-de-semana já vou tentar uma receita. Depois conto como correu (ou comeu).

04/04/2008

Esta noite!

Hipócritas



Parece que já posso anunciar aqui Beck, Duran Duran e Mika fazem parte do cartaz do Festival Super Bock Super Rock. Pois é, estes três nomes completam o dia 10 de Julho ali para o lados do Parque Tejo. Sinceramente qualquer que fossem as bandas anunciadas ficaria sempre triste pois acontece no mesmo dia do Alive! e mais concretamente de RATM. E como devo ir trabalhar para o SBSR, não vou ver os californianos...

Mas o mais engraçado é ver as reações de críticos que dantes exclamavam Mika como a melhor coisa da pop, agora dizem que é mais um "fraco". E ele ainda não editou o segundo disco... eu imagino quando assim fôr. Parece que o que está na moda agora é o Hercules & Love Affair... e eu nada tenho contra o Andy...

Mas é muita hipócrisia... até chateia...

03/04/2008

Dias de Calor



Nos últimos dois dias é quase impossível fugir do calor e da confusão. E já anunciam máximas perto dos 30º para o fim-de-semana. É caso para dizer que é tempo de praia e ouvir música aos altos berros com as janelas abertas...

Entretanto numa conversa via MSN com o DJ Riot, ele passou-me a remix que fez para os Cool Hipnoise do "Dias de Confusão". O último disco dos rapazes do espaço vai ser reeditado e esta remix vai fazer parte do mesmo. Um belo trabalho para uma canção que passava um bocado ao lado de temas fortes como o "Kita Essa Dama".

Drum N Bass para a carola!

Muse @ RiR



E foi anunciado oficialmente a vinda dos MUSE a Portugal no último dia do Rock In Rio... E se não me engano vão roubar o espectáculo desse dia. Quais Offspring, quais Linkin Park... E volto a perguntar: quem tem dinheiro para ir a todos os concertos?